Domingo
18 de Agosto de 2019 - 
A justiça atrasada não é justiça, senão injustiça qualifica.

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Últimas notícias

Comissão Especial de Práticas Colaborativas mostra como mediação pode ajudar divórcio

                 Clara Passi Faltou lugar no plenário Carlos Maurício durante a palestra O processo colaborativo na condução dos problemas de um pórcio, realizada pela presidente da Comissão Especial de Práticas Colaborativas da OAB/RJ, Lívia Caetano, nesta quarta-feira, dia 15.   Advogada de Família, com foco em atuação preventiva, consensual, sistêmica e colaborativa, diplomada em Mediação Judicial pelo TJ/RJ e especialista em Constelação Familiar, Caetano falou de cátedra sobre como o processo de dissolução de um casamento pode ser beneficiado pela mediação.  “É um profissional que vai ajudar aquela família a equilibrar as finanças depois da separação e dar um suporte para a partilha de bens”, disse ela, que abordou também dos limites éticos da atuação daquele profissional, sobretudo no que diz respeito à privacidade das partes.
15/05/2019 (00:00)
Visitas no site:  120730
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia